Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fed diz que problema de hipotecas demandará uso de recursos públicos

SÃO PAULO - O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke disse hoje que o governo americano deve aumentar os esforços para impedir as execuções de hipotecas habitacionais. Uma das alternativas apresentadas pelo dirigente para resolver a questão é assumir as hipotecas em atraso ou oferecer incentivos para refinanciamento das dívidas imobiliárias.

Valor Online |

Segundo Bernanke, o governo poderia assumir tais hipotecas e refinanciá-las no âmbito do programa federal de ajuda a mutuários. Limitar as perdas dos proprietários é, no entendimento de Bernanke, não só uma política pública de boa vontade, mas também uma necessidade macroeconômica.

Na avaliação do presidente da autoridade monetária, o Congresso poderia dar sua contribuição ao ajudar a reduzir taxas de empréstimo e prêmios de seguro.

Em cada uma das seis alternativas apresentadas pelo dirigente, que evitou tomar partido em relação a qualquer uma delas, haverá necessidade de usar fundos públicos, ou seja, o dinheiro do contribuinte. Segundo ele, o Fed não pode sozinho reativar a economia com cortes de juros e programas de empréstimos de emergência.

Na avaliação de Bernanke, assumir o problema de execução de hipotecas é algo que "precisa ser feito". Na avaliação dele, é preciso ampliar as iniciativas que visam reduzir o número de execuções consideradas evitáveis.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG