Washington, 17 mar (EFE).- O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, defenderá hoje no Congresso dos Estados Unidos a supervisão de pequenos bancos, um trabalho que pode acabar caso seja aprovado um projeto de lei no Senado.

O Fed antecipou à imprensa o conteúdo do discurso que Bernanke oferecerá às 15h (horário de Brasília) no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara de Representantes, e que está centrado na defesa do papel de supervisor da entidade financeira central.

Em seu discurso, Bernanke explicará que a supervisão de pequenos bancos locais e estaduais dá à instituição informações muito valiosas sobre o desempenho da economia regional do país, peça fundamental para desenvolver sua política monetária.

"As informações fornecidas por nosso papel de supervisor de bancos de todos os tamanhos, inclusive os bancos de pequenas comunidades, nos permite aumentar significativamente nossa efetividade no momento de definir a política monetária e trabalhar pela estabilidade financeira", aponta o conteúdo do discurso.

Bernanke lembra que em outras crises anteriores, como a queda das bolsas de 1987 e a surgida após os atentados de 2001, "o papel de supervisão do Fed foi fundamental para conter as ameaças à estabilidade financeira". EFE pgp/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.