WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve informou nesta quarta-feira, numa decisão surpreendente, que comprará até 300 bilhões de dólares em títulos do governo de longo prazo pelos próximos seis meses. Além disso, o Fed vai expandir as compras de dívidas lastreadas em hipotecas para ajudar na recuperação das condições do mercado de crédito.

Em comunicado no final da reunião de dois dias, o comitê de política monetário do Fed afirmou que preferiu manter a taxa básica de juro na faixa entre zero e 0,25 por cento --nível alcançado em dezembro-- e repetiu que o custo do dinheiro deve permanecer baixo por algum tempo.

"Nessas circunstâncias, o Federal Reserve vai empregar todas as ferramentas disponíveis para promover a recuperação econômica e preservar a estabilidade de preços", afirmou o Fed.

Com a taxa de juro em nível praticamente zero, o Fed voltou seu foco para a injeção de dinheiro nos mercados de crédito, na esperança de impulsionar os empréstimos e reanimar a economia.

"Este é um movimento bem dramático... Eles estão tentando reduzir todas as taxas ao consumidor", avaliou James Caron, chefe de pesquisa do Morgan Stanley, em Nova York.

Além da compra de Treasuries, o Fed disse que vai expandir um programa já existente para comprar dívida e ativos emitidos por agências de hipotecas apoiadas pelo governo.

Essas compras serão expandidas em até 850 bilhões de dólares, para um total de 1,45 trilhão de dólares este ano.

(Reportagem de Mark Felsenthal e Alister Bull)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.