É a primeira vez depois da crise financeira mundial que os bancos centrais se valem de tal dispositivo

SÃO PAULO - Alguns grandes bancos centrais do mundo resolveram restabelecer, temporariamente, as linhas de troca de moedas para ajudar a melhorar as condições de liquidez. Estão na iniciativa o Banco do Canadá, o Banco da Inglaterra (BOE), o Banco Central Europeu (BCE), o Federal Reserve (Fed), o Banco Nacional Suíço e o Banco do Japão. Em nota em sua página eletrônica, o banco central americano, Fed, autorizou acordos de troca de moedas com os BCs do Canadá, Inglaterra e Suíça, bem com o BCE, que valem até janeiro de 2011. O jornal Le Monde recordou que esta é a primeira vez depois da crise financeira mundial que os bancos centrais se valem de tal dispositivo. Em 2007 e 2008, as autoridades monetárias agiram coordenadamente para tentar ativar o crédito, que estava paralisado. (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.