Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fed autoriza American Express a virar banco

A American Express (AmEx) ganhou rápida aprovação para tornar-se uma holding bancária, o que dá à gigante dos cartões de crédito acesso mais fácil a uma fatia dos US$ 700 bilhões que o governo dos EUA está injetando nos bancos. A medida mostra a rapidez com que as empresas do setor financeiro, que dependiam dos mercados de capitais, buscam reforços para suas fontes de financiamento.

Agência Estado |

As duas unidades bancárias da AmEx já têm acesso à janela de redesconto do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA). No mês passado, a companhia disse que tinha liquidez suficiente para pelo menos um ano, mesmo se os mercados de crédito fossem fechados.

"Dada a continuada volatilidade nos mercados financeiros, queremos estar mais bem posicionados para tirar vantagem dos vários programas que o governo federal introduziu ou pode introduzir para apoiar as instituições financeiras dos EUA", disse, em comunicado, o presidente e diretor-executivo da AmEx, Kenneth I. Chenault.

Segundo a AmEx, a medida a coloca em pé de igualdade com os concorrentes. Em circunstâncias normais, uma empresa como a AmEx levaria meses para conseguir a aprovação da mudança.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG