Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fed aponta que americanos estão contratando menos funcionários

Washington, 3 set (EFE).- O ritmo de crescimento da economia americana continua sendo lento, o que faz com que as empresas desistam de contratar novos empregados, conforme informou hoje o Livro Bege do Federal Reserve (Fed, banco central americano).

EFE |

O documento, batizado assim pela cor de sua encadernação, é uma compilação periódica de informações recolhida pelos 12 bancos que formam o sistema do Fed nos EUA.

O "Livro Bege" é também um dos elementos levados em conta pelo alto escalão do Fed na hora de se preparar para a reunião sobre política monetária, que acontecerá daqui a duas semanas.

O documento divulgado hoje mostra as debilidades da economia americana, e afirma que o setor de serviços está sofrendo um "arrefecimento" e que o setor industrial está "fraco".

Os consumidores estão contendo suas despesas, apesar de existir uma certa pressão nos preços, devido especialmente ao encarecimento das matérias-primas. Segundo o texto, alguns negócios estão transferindo os maiores custos de produção para os consumidores.

O livro adverte que as empresas estão "retrocedendo em seus planos de contratação" de novos funcionários e afirma que o aumento dos salários está sendo "moderado" no país.

Com este diagnóstico de uma economia debilitada pela crise financeira que se iniciou há um ano, com a recessão no mercado imobiliário e os preços em alta, os analistas consideram que o Federal Reserve não tocará as taxas de juros na próxima reunião.

Desde setembro do ano passado, o Fed desceu a taxa básica de juros de 5,25% para 2%.

Em sua última reunião, os membros do Fed decidiram que os cortes na taxa de juros estavam esgotados, e que a próxima medida seria elevá-la para enfrentar pressões inflacionárias. EFE pgp/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG