Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fed anuncia maior queda dos créditos ao consumo em 11 anos

Os créditos ao consumo nos Estados Unidos caíram 3,7% em novembro, em ritmo anual, registrando sua queda mais forte desde janeiro de 1998, de acordo com os números corrigidos por variações sazonais e divulgados nesta quinta-feira pelo Federal Reserve americano (Fed).

AFP |

O volume total dos créditos ao consumo alcançou US$ 2,5709 trilhões no final de novembro, uma queda de US$ 8 bilhões, enquanto os analistas esperavam uma alta de US$ 1,5 bilhão. Foi a redução mais forte em valor do volume de créditos ao consumo já registrada, informou o Fed.

Vitais para a economia, já que garantem boa parte do consumo, e motores tradicionais do crescimento, os créditos ao consumo haviam começado a retroceder em agosto (-3,0%) pela primeira vez em dez anos.

Os créditos haviam aumentado 3,14%, em setembro, antes de voltar a cair 1,29% em outubro, segundo o número revisto pelo Fed.

Os créditos não renováveis, como os dos automóveis e os que não têm ativos imobiliários como garantia, caíram 3,9% em ritmo anual, a US$ 973,5 bilhões.

Os créditos renováveis, sobretudo, por cartas de crédito, caíram 3,4%, chegando a um volume de US$ 973,5 bilhões.

Leia mais sobre crédito

Leia tudo sobre: crédito

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG