O Federal Reserve (Fed) anunciou neste domingo novas medidas para facilitar o acesso a créditos emergenciais para instituições financeiras em dificuldades, ampliando as garantias dos empréstimos concedidos a bancos centrais.

A medida, estranhamente anunciada num domingo, chega em meio ao esforço dos mercados financeiros para sobreviver diante da quebra iminente do Lehman Brothers, um dos maiores gigantes de Wall Street, cujo colapso pode ter conseqüências devastadoras sobre o sistema financeiro.

"Trabalhando com a cooperação do Tesouro e da Securities and Exchange Commission (SEC), discutimos com participantes do mercado, inclusive durante o final de semana, buscando identificar potenciais vulnerabilidades do mercado diante da possibilidade de liquidação de uma grande instituição financeira e considerando apropriadamente as respostas dos setores público e privado", declarou Ben Bernanke, presidente do banco central americano.

"As medidas que anunciamos hoje, junto com o comprometimento significativo do setor privado, têm o objetivo de mitigar potenciais riscos e rupturas nos mercados".

bur-rl/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.