Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fed amplia liquidez com BCs para US$ 620 bilhões

O Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) anunciou nesta segunda-feira a ampliação da liquidez para os mercados monetários globais, elevando o montante de seu leilão de liquidez com os bancos comerciais, por meio da linha Term Auction Facility (TAF), e o volume dos acordos de troca (swap) de dólares que mantém com uma série de bancos centrais.

Agência Estado |

Acordo Ortográfico Além disso, o Fed anunciou um novo acordo a termo para oferecer empréstimo aos bancos durante o fim do ano.

Com o anúncio de hoje, o total destes acordos swap aumentou em US$ 330 bilhões para US$ 620 bilhões. Na última sexta-feira (dia 26), o Fed havia ampliado a mesma linha de swap de dólar em US$ 13 bilhões para US$ 290 bilhões.

"Estas ações foram tomadas para reduzir as pressões evidentes nos mercados de crédito a termo nos Estados Unidos e no exterior", disse o Fed em nota. "Ao se comprometer a oferecer um elevado montante de crédito a termo, as ações do Fed devem dar garantias aos participantes dos mercados financeiros de que haverá financiamento disponível, mediante apresentação de boa garantia, reduzindo as preocupações com o risco de financiamento e de rolagem de dívida", acrescentou o Fed. A nota diz ainda que os bancos centrais estão prontos para agir ainda mais, caso seja necessário.

O montante da linha Term Auction Facility (TAF) com vencimento em 84 dias aumentou para US$ 75 bilhões por ação, de US$ 25 bilhões, a partir do leilão da próxima segunda-feira (dia 6). O Fed também criou dois leilões a termo pela linha TAF, num total de US$ 150 bilhões, que serão conduzidos em novembro, para oferecer liquidez ao mercado no final de ano.

Os limites de autorização de swap de dólar foram ampliados nos acordos com os bancos centrais do Canadá, da Inglaterra (BOE), do Japão (BOJ), da Dinamarca, da Noruega, da Austrália, da Suíça, da Suécia, além do Banco Central Europeu (BCE).

Leia tudo sobre: fedliquidez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG