Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fed admite que a crise imobiliária foi subestimada

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, reconheceu ter subestimado o impacto da crise imobiliária sobre o conjunto da economia, em uma entrevista concedida à revista The New Yorker.

AFP |

"Nós nos equivocamos a princípio ao dizer que a crise dos 'subprime' (empréstimos hipotecários de alto risco) poderia ser controlada", declarou Bernanke no artigo da New Yorker que já pode ser lido on-line.

"A relação de causa e efeito entre o problema imobiliário e o sistema financeiro em seu conjunto era muito complexa e muito difícil de prever", admitiu.

O aumento dos casos de mora sobre os créditos subprime e o afundamento do mercado imobiliário nos Estados Unidos a partir do começo de 2007 se estendeu progressivamente para o sistema financeiro, depois para a economia americana em seu conjunto e finalmente para a economia mundial.

Na quarta-feira, a Fed não descartou que os Estados Unidos registrem uma contração de seu Produto Interno Bruto (PIB) em 2009.

maj/cn

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG