Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fecomercio: endividamento em São Paulo cai para 45%

A parcela de famílias endividadas na capital paulista caiu para 45% em janeiro, após alcançar os 50% em dezembro. Do total de famílias endividadas, 31% estão com contas em atraso.

Agência Estado |

De acordo com a Pesquisa do Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) divulgada hoje pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), a redução no nível de endividamento está ligada ao recebimento do 13º salário, recurso adicional que costuma ser destinado ao pagamento de dívidas.

Além disso, a entidade vê um comportamento mais cauteloso da parte do consumidor que, influenciado pelas expectativas negativas em relação à crise financeira internacional, evita contrair novas dívidas ou financiamentos.

De acordo com a pesquisa, o cartão de crédito continua sendo o principal vilão do consumidor: a modalidade responde por 43% das dívidas. Em seguida estão os carnês (30%), crédito pessoal (9%), cheque especial (3%), cheque pré-datado (3%) e crédito consignado (2%).

As despesas com alimentação foram apontadas por 27% dos entrevistados como responsáveis pelas dívidas contraídas, enquanto para 23% são os gastos com eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

A Fecomercio-SP estima que o nível de endividamento do consumidor para os próximos meses dependerá principalmente da intensidade do impacto da crise financeira sobre a atividade interna.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG