Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fecomercio: crise afetará País para 81% dos paulistanos

Os consumidores paulistanos acreditam que irão sentir no bolso os efeitos da atual crise financeira internacional. De acordo com levantamento da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), para 81% dos entrevistados, a atual crise internacional afetará a economia brasileira.

Agência Estado |

A turbulência do mercado financeiro mundial resultará em desemprego no País na avaliação de 38% dos consumidores. Já para 36% deles, o reflexo será sentido nos preços, com um possível aumento da pressão inflacionária. Também foram apontados outros impactos, como a eventual perda do poder de compra (10%), aumento do endividamento (8%) e restrição ao crédito (5%).

No entanto, apesar de uma parcela expressiva dos paulistanos avaliar que a crise externa afetará o País, eles confiam na condução da política monetária por parte do governo e apenas 15% acreditam que os reflexos lesarão de maneira mais grave a condição financeira de suas famílias. Essa preocupação com os efeitos domésticos é maior (18%) entre consumidores com renda de até três salários mínimos, ou R$ 1.245,00, e menor entre a classe média (11%).

Na avaliação do economista da Fecomercio-SP Altamiro Carvalho, o principal receio do paulistano é que os desdobramentos da crise interfiram em seu poder de compra, seja pela perda do emprego ou por uma alta da inflação, mesmo sem entender ainda sob quais mecanismos isso possa ocorrer. Para o levantamento, foram ouvidos mais de um mil consumidores no Estado de São Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG