Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FBI investiga denúncia de fraude no IndyMac

O FBI está investigando o Banco IndyMac por possível fraude, informou ontem a Associated Press. O banco sofreu intervenção na semana passada, em meio à crise no setor de crédito hipotecário.

Agência Estado |

Agora, é investigado por fraudes em conexão com empréstimos imobiliários a devedores de risco.

O FBI, polícia federal americana, já investiga 21 empresas envolvidas com a crise do crédito hipotecário subprime. As autoridades buscam provas em 1,4 mil casos de possíveis fraudes em todo o país e mais de 400 empresas que operavam no mercado imobiliário foram indiciadas desde março deste ano.

A foco da investigação do IndyMac é a empresa, e não os indivíduos que comandavam o banco, disse ontem uma fonte do Judiciário americano.

Os ativos do IndyMac foram congelados pelas autoridades reguladoras federais após o banco ter sucumbido às pressões do aperto de crédito, ao preços em queda dos imóveis e às crescentes execuções de hipotecas. Foi a segunda maior instituição financeira a fechar na história dos Estados Unidos, segundo as autoridades.

Os correntistas do IndyMac receberam certificados pelos valores que tinham no banco e não puderam ser sacados na hora da intervenção. Eles receberão o dinheiro após a liquidação dos ativos do banco. Muitos correntistas tiveram a permissão para sacar imediatamente US$ 100 mil das contas correntes. Aposentados e correntistas com contas conjuntas puderam sacar sem limites.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG