Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FBI investiga 38 casos de fraude ligados ao plano de resgate econômico

Washington, 11 fev (EFE).- O FBI (Polícia federal americana) investiga 530 casos de fraude corporativa, dos quais 38 estão diretamente vinculados à crise econômica e ao plano de resgate financeiro de US$ 700 bilhões (TARP, em inglês), informaram nesta quarta-feira altos funcionários.

EFE |

O diretor adjunto do FBI, John Pistole, explicou em audiência na Comissão Judicial do Senado dos Estados Unidos que sua agência tinha no último ano fiscal mais de 1.600 investigações abertas sobre possíveis fraudes hipotecárias, mais que o dobro de 2006.

Atualmente, há 530 casos investigados, um número que segue crescendo e que coloca a instituição contra a parede.

"O FBI experimentou e continua experimentando um aumento exponencial no número de investigações sobre fraudes com hipotecas", disse Pistole no pronunciamento perante a Câmara Alta.

"A quantidade de casos de mais fraudes hipotecárias e corporativas e de erros em instituições financeiras está colocando à prova os limites dos recursos do FBI para investigar crimes financeiros", acrescentou o diretor-adjunto da agência federal.

A audiência no Senado tem como objetivo avaliar se é necessário destinar mais recursos econômicos e humanos às agências de investigação para lidar com crimes ligados à crise.

Atualmente, o presidente da Comissão Judicial do Senado, o democrata Patrick Leahy, promove uma lei que destinaria mais recursos para a contratação de inspetores anticorrupção e investigadores.

Leia mais sobre fraudes

Leia tudo sobre: fraude

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG