Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fazenda surpreende e elogia a manutenção da taxa Selic

Numa postura pouco usual do Ministério da Fazenda, o secretário de Política Econômica, Nelson Barbosa, foi o porta-voz ontem à noite de um comunicado em defesa da decisão do Banco Central que manteve a taxa Selic em 13,75% ao ano. Barbosa disse que a decisão do Copom foi correta neste momento de incertezas nos mercados financeiros: Neste momento de maior incerteza, o Banco Central parou para observar a situação.

Agência Estado |

"

Barbosa não se alongou nos comentários, mas deixou claro que a "parada técnica" foi possível devido o agravamento da crise financeira, que atingiu sua fase mais aguda, no mês passado, com a quebra do banco Lemon Brothers, nos Estados Unidos. Segundo o secretário, a decisão do Copom contribui para normalizar as condições de crédito da economia brasileira. Antes de o acirramento da crise financeira nos mercados mundiais, o Ministério da Fazenda considerava como fato consumado que o BC iria elevar a taxa Selic na reunião de ontem e uma pausa só seria praticada na reunião de dezembro, marcada para os dias 8 e 9 de dezembro.

O Ministério da Fazenda sempre discordou da argumentação do Banco Central de que era necessário manter a Selic em alta para ajustar o descompasso entre a demanda e a oferta de bens na economia. Para o ministro Guido Mantega, esse descompasso não existia porque os investimentos privados e a oferta de crédito na economia eram suficientes para financiar a produção de bens no mercado interno.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG