BRASÍLIA - O secretário de Política Econômica do ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, disse há pouco à Agência Estado que está preparando uma análise detalhada do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a partir do mapeamento das regiões e dos segmentos específicos em que ocorreram os maiores volumes de cortes de vagas em dezembro. Esta análise, segundo ele, será levada ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, que volta de férias amanhã e que deverá apresentar a avaliação da Fazenda sobre o mercado de trabalho para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Barbosa disse que já esperava um fechamento maior de postos de trabalho em dezembro de 2008, em razão do agravamento da crise financeira internacional e seu impacto no crédito para o Brasil. "Nós já alertávamos há algum tempo que janeiro seria um mês difícil, com a divulgação dos números negativos dos últimos meses de 2008", afirmou.

Para o secretário, a economia começa a se estabilizar em fevereiro, quando terá início o processo de recuperação lento, que deve se acelerar no segundo semestre deste ano. "Essa crise é a mais séria dos últimos 70 anos, mas vai passar e o Brasil está preparado para passar por ela como nunca esteve antes", afirmou, destacando ainda que o governo tem se antecipado e adotado medidas para estimular a demanda interna e sustentar o crescimento da economia e conter o desemprego.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.