Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Faturamento de bens de capital cai 10,3% em outubro

SÃO PAULO - O faturamento do setor de bens de capital caiu 10,3% em outubro ante setembro e ficou em R$ 7,33 bilhões, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). De janeiro a outubro deste ano, o faturamento do segmento teve um crescimento real de 24,8% sobre os dez primeiros meses de 2007, totalizando R$ 65,44 bilhões.

Agência Estado |

No ano, os segmentos de máquinas agrícolas, bombas e motobombas, bens sob encomenda e outras máquinas apresentaram faturamento superior à média, com alta de, respectivamente, 45,4%, 34,8%, 31,3% e 25,6%.

Também com resultados positivos, mas inferiores à média, ficaram máquinas para plásticos (23,1%), equipamentos hidráulicos e pneumáticos (17,2%), máquinas para madeira (8,2%), válvulas industriais (6,1%) e máquinas-ferramenta (5,6%).

O faturamento do segmento de máquinas têxteis caiu 25,4% no período e o de máquinas gráficas encolheu 18,3%.

As exportações de máquinas e equipamentos caíram 44,4% em outubro ante setembro, para US$ 1,03 bilhão. Durante o ano, as vendas externas registraram elevação de 16,6%, para US$ 10,3 bilhões.

 A queda das exportações se deve à venda, em setembro, de uma plataforma de exportação de petróleo para os Estados Unidos no valor de US$ 862 milhões, o que elevou o resultado do mês. Sem a plataforma, as exportações em outubro aumentaram 3,36%. As importações de máquinas e equipamentos caíram 3,5% em outubro ante setembro, para US$ 1,97 bilhão. No ano, as importações aumentaram 47,2% sobre os dez primeiros meses de 2007, para US$ 18,4 bilhões.

O consumo aparente de máquinas e equipamentos - indicador que resulta da soma entre a produção interna e a importação de máquinas menos as exportações - cresceu 10,3% em outubro ante setembro, para R$ 9,4 bilhões.

De janeiro a outubro deste ano, o consumo aparente subiu 37,3% e atingiu R$ 79,4 bilhões. Os principais destinos das exportações, em valores, de janeiro a outubro, foram Estados Unidos, Argentina e México. Já a maior parte das importações teve como origem Estados Unidos, Alemanha e Japão.

A balança comercial da indústria de bens de capital registra déficit de US$ 8,1 bilhões de janeiro a outubro, alta de 120,4% sobre os dez primeiros meses de 2007. O quadro de funcionários do setor aumentou 0,3% em outubro ante setembro e chegou a 249.697 trabalhadores.

Leia tudo sobre: bens de capital

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG