Londres, 22 jul (EFE).- O faturamento da Vodafone cresceu 19,1% em seu primeiro trimestre fiscal (entre abril e junho), até alcançar 9,8 bilhões de libras, informou hoje a multinacional.

No entanto, em termos homogêneos - com mudanças de moeda constante -, a alta em relação ao mesmo trimestre de 2007 se limita a 1,7%.

A Vodafone anunciou hoje que as previsões de faturamento para o ano ficarão abaixo das perspectivas, entre 39,8 bilhões e 40,7 bilhões de libras, pois as informações do primeiro trimestre refletem uma situação econômica abaixo do previsto.

O executivo-chefe da Vodafone, Arun Sarin, disse hoje que as previsões de lucro e fluxo de caixa estão mantidas para o todo o ano e que a operadora se concentrará na redução dos custos para conseguir que o lucro de exploração se situe entre 11 bilhões de libras e 11,5 bilhões de libras.

No primeiro trimestre fiscal, a multinacional ganhou 8,5 milhões de novos clientes, alcançando a quantidade de 269 milhões em todo o mundo.

Em uma nota à imprensa, a Vodafone destaca a situação da Europa, onde o faturamento cresceu 15,5% até 7,183 bilhões de libras, mas com queda de 0,2% com dados homogêneos.

No comunicado, a companhia enfatiza o recuo de serviços na Espanha, onde diz que os resultados foram especialmente afetados pelos eventos econômicos.

Na região denominada Emapa (Leste Europeu, África e Ásia), o faturamento expandiu 30,5%, até alcançar 2,637 bilhões de libras e 9,2% com efeitos homogêneos.

Além disso, a Vodafone ressalta que 52% da totalidade das receitas se devem à Índia. EFE aigb/wr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.