Levantamento da CNI aponta que faturamento real do setor já retomou o mesmo nível de setembro de 2008

O faturamento real da indústria em fevereiro deste ano voltou a alcançar o mesmo nível de setembro de 2008, antes do início dos efeitos, no País, da crise financeira internacional, segundo os dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília.

O economista-chefe da entidade, Flávio Castelo Branco, disse que a tendência é de que o indicador continue no patamar de fevereiro. Castelo Branco disse acreditar que "talvez" as vendas de bens duráveis possam ter alguma redução nos próximos meses em função do fim da redução de IPI, no final de março.

"A redução do IPI alavancou as vendas desses segmentos. Com o aumento da tributação, é de se esperar um arrefecimento das vendas", afirmou o economista. "O mercado interno retomou o vigor de antes da crise", comentou.

Ele disse que o emprego também já está mostrando sinais de recuperação e que espera que esse indicador na indústria deva ultrapassar, no segundo trimestre deste ano, os níveis anteriores à crise.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.