Tamanho do texto

Brasília, 26 - O faturamento bruto do setor agropecuário poderá atingir R$ 288,6 bilhões em 2008, o que representa crescimento de 28,95% sobre o ano anterior. A estimativa foi divulgada hoje pelo superintendente técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ricardo Cotta.

De acordo com ele, o crescimento é resultado tanto da expansão da produção, em especial da safra de grãos, como do aumento verificado nos preços.

A CNA também divulgou o resultado das exportações agrícolas em julho. Os embarques no mês somaram R$ 7,9 bilhões. No acumulado dos sete primeiros meses do ano, as vendas de produtos agrícolas renderam US$ 41,7 bilhões, valor que supera em 30% o total das exportações do setor no mesmo período do ano passado. Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio, a CNA informou que o crescimento foi de 4,96% no acumulado de janeiro a maio deste ano.

O segmento de insumos cresceu 2,39% e o da produção primária, dentro das porteiras das fazendas, 1,9% em maio, resultados que representam mais que o dobro da variação em igual período de 2007. No acumulado do ano (até maio), o PIB dos insumos apresenta taxa de crescimento de 10,37% e a produção primária soma 8,04%. "Na prática, tais resultados não demonstram ganhos de rentabilidade para o produtor, que aumentou sua produção mas enfrenta elevação dos preços dos insumos e, conseqüentemente, dos custos de produção", afirmou Cotta, em entrevista coletiva na sede da CNA, em Brasília.