SÃO PAULO - Os bons resultados trimestrais de empresas farmacêuticas e um dado animador sobre o mercado imobiliário americano favoreceram as compras de ações nas bolsas de valores nova-iorquinas no pregão de hoje. O Dow Jones Industrial subiu 1,8%, para 8.078,36 pontos. O Standard & Poors 500 avançou 1,6%, para 838,49 pontos. O Nasdaq Composite marcou valorização de 1,5% e encerrou aos 1.516,30 pontos.

Boa parte do otimismo foi gerado pelo balanço da farmacêutica Merck & Co, que teve lucro líquido de US$ 1,644 bilhão no quarto trimestre de 2008. A congênere Schering-Plough, por sua vez, informou ganho trimestral antes de itens extraordinários de US$ 633 milhões. As ações das empresas subiram 6,4% e 8,2%, respectivamente.

No plano macroeconômico, o impulso saiu do dado sobre as vendas pendentes de moradias nos Estados Unidos, que cresceram 6,3% em dezembro em comparação com um mês antes. O indicador, divulgado pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis dos EUA, é calculado com base nos contratos assinados, que normalmente antecedem o fechamento da venda em um ou dois meses.

Além disso, os investidores também receberam bem um discurso do novo secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner. Ele prometeu que o governo vai ser "agressivo" ao tomar medidas para combater a crise, para evitar uma recessão prolongada como a vivida pelo Japão nos anos 1990.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.