Tamanho do texto

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) denunciou nesta terça-feira que 963 milhões de pessoas passam fome no mundo em 2008, o que supõe 40 milhões a mais do que há um ano, anunciou nesta terça-feira o diretor-gral da agência da ONU, Jacques Diouf.

Em setembro, Jacques Diouf indicou que, depois da elevação dos preços dos alimentos, o número de pessoas subnutridas no mundo aumentou 75 milhões somente no ano de 2007, atingindo a cifra dos 923 milhões.

"Quarenta milhões de pessoas se juntaram este ano à condição de subnutridas no planeta, principalmente por causa da alta dos preços dos alimentos, segundo estimativas preliminares da FAO", afirmou em coletiva de imprensa.

"O número de pessoas com fome no mundo chega a 963 milhões, contra 923 milhões em 2007. E a crise econômica e financeira atual poderá representar um aumento no número de vítimas da fome e da pobreza", afirma ainda o comunicado publicado em paralelo à coletiva.

kd/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.