Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fannie Mae tem prejuízo trimestral de US$ 2,3 bi, acima das projeções

SÃO PAULO - A Fannie Mae, uma das gigantes do setor de financiamento hipotecário dos Estados Unidos, apresentou um prejuízo líquido de US$ 2,3 bilhões no segundo trimestre, o correspondente a US$ 2,54 a ação. A perda ficou bem acima daquela projetada por muitos analistas. Um ano antes, obteve lucro de US$ 1,947 bilhão.

Valor Online |

Os resultados do segundo trimestre refletem condições desafiadoras nos mercados de hipotecas e imobiliário que começaram em 2006 e se aprofundaram ao longo de 2007 e 2008, comentou o executivo-chefe da Fannie Mae, Daniel H. Mudd.

Ele acrescentou, no entanto, que a empresa seguirá tendo um papel importante enquanto se caminha para uma solução dos problemas e avisou que a companhia está oferecendo estabilidade e liquidez no segmento imobiliário dos Estados Unidos.

Mudd recordou também que a financiadora de hipotecas já tomou uma série de iniciativas, como levantar mais de US$ 7 bilhões em capital extra, para ajudar a lidar com o que considerou como o mercado imobiliário americano mais difícil em mais de 70 anos.

Além de divulgar a perda, a quarta trimestral consecutiva, a empresa comunicou o pagamento de um dividendo menor, de US$ 0,05 por ação, uma vez que a inadimplência recorde implicou custos mais altos com crédito.

A volatilidade e as interrupções nos mercados de capitais ficaram mais pronunciadas em julho. Fora isso, a qualidade do crédito continuou deteriorando e a previsão é de novos aumentos em nossas reservas para possíveis perdas com crédito, avisou Mudd.

Leia mais sobre Fannie Mae

Leia tudo sobre: fannie mae

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG