Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Falha em sistema da American Airlines causa atrasos de vôos em Nova York

Nova York - Um problema de informática no sistema operacional da companhia aérea American Airlines causou vários atrasos nos vôos nesta quinta-feira e fizeram centenas de malas ficarem bloqueadas no Aeroporto Internacional JFK, em Nova York, sem poderem ser enviadas para seus destinos.

EFE |

A American Airlines comunicou o cancelamento inicial de cinco dos 67 vôos que deveriam sair hoje do JFK.

Uma porta-voz da American Airlines disse à imprensa que os técnicos da companhia aérea detectaram uma falha em seus sistemas de informática na noite de ontem e que ainda realizam testes para solucionar o problema, que inicialmente causou o atraso de 48 vôos.

A mesma fonte declarou que, por enquanto, a empresa não sabe quando os sistemas de dados voltarão a funcionar e quantos passageiros teriam sido afetados, mas espera que sejam reparados em breve.

A falha teria sido originada no sistema automatizado do leitor do código de barras, colocado em cada uma das malas, permitindo encaminhá-las para os correspondentes portões de embarque.

Por causa dos problemas técnicos os funcionários da companhia é que estão realizando o check in manualmente, o que gera mais atrasos.

As emissoras de TV dos Estados Unidos mostraram o caos no aeroporto, já que muitos passageiros dizem que não sabem quando recuperarão suas bagagens.

Além disso, também há centenas de malas acumuladas em um dos novos terminais do JFK, um dos maiores aeroportos do mundo e com intenso tráfego aéreo.

Os passageiros americanos estão insatisfeitos com a decisão tomada em junho pelas companhias aéreas, inclusive pela American Airlines, de cobrarem uma tarifa extra pelas malas nos vôos domésticos e para o Canadá sob o argumento de que seus custos aumentaram por causa dos altos preços do combustível.

No caso da American Airlines, seus passageiros são obrigados a pagarem US$ 15 pela primeira mala e US$ 40 por duas e, geralmente, permitem o embarque do passageiro com bolsa de mão sem cobrar nenhuma tarifa.

Um porta-voz da companhia aérea disse à emissora "NBC" que a maior parte dos vôos afetados pelos atrasos, inicialmente entre 60 e 90 minutos, eram internacionais, nos quais ainda não tinha sido feito o pagamento pelo check in das malas.

Para tentar aliviar o problema, a American Airlines desviou muitas destas bagagens para os aeroportos de La Guardia, também em Nova York, e de Newark, em Nova Jersey, de onde serão enviadas para seus destinos.

Leia mais sobre American Airlines

Leia tudo sobre: american airlinescaos aéreo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG