Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Faeg:pagamento a produtor de cana de GO tem atraso médio de 5 meses

São Paulo, 15 - Os produtores de cana-de-açúcar de Goiás estão tentando negociar os pagamentos atrasados por grande parte das usinas do estado. Estes pagamentos estão em atraso em média há 5 meses, de acordo com o presidente da Comissão de cana-de-açúcar da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Bartolomeu Braz Pereira.

Agência Estado |

Segundo ele, a falta de pagamento está fazendo com que muitos fornecedores de cana para estas usinas não tenham condições de investir na manutenção da cultura, o que deverá se reverter em menor produção na próxima safra. "Os pagamentos acertados em contratos não estão sendo feitos desde o início do segundo semestre de 2008", disse. Estes contratos são diversificados, indo de arrendamento de terras até o de fornecimento de cana.

Pereira afirma que muitas usinas que iniciaram suas atividades em Goiás sem estarem devidamente capitalizadas durante a expansão canavieira, há 2 anos, já estavam atrasando alguns contratos. "Com a crise, a situação piorou", disse. Sete municípios goianos estão sendo afetados pela inadimplência do setor, principalmente Acreúna, Anicuns, Inhumas, Santa Helena e Vicentinópolis.

Uma reunião entre produtores e representantes de usinas foi marcada para o dia 21. "O setor quer discutir um cronograma de pagamentos com as usinas, mas elas oferecem apenas o início dos pagamentos no segundo semestre de 2009, o que é inviável para os produtores. Muitos dependem do dinheiro dos arrendamentos de terra para manter suas famílias", disse. Pereira não soube precisar o valor total da dívida, já que os contratos das usinas com os diversos produtores são diferenciados.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG