Barcelona, 16 fev (EFE).- Operadores e fabricantes de tecnologias apresentam suas novas gerações de celulares no 4º Congresso Mundial de Telefonia Celular, aberto hoje em Barcelona e no qual procuram fórmulas para enfrentar a crise econômica, que incluem produtos tecnologicamente prudentes e aposta nos mercados emergentes.

Nos lançamentos, o presidente da Microsoft, Steve Ballmer, apresentou hoje os serviços com os quais tenta crescer no setor do qual é o terceiro colocado mundial em software.

O destaque vai para o Windows 6.5, que deve ser lançado no terceiro trimestre de 2009 e incluirá um serviço chamado My Phone, que permitirá aos usuários armazenarem mais facilmente contatos, calendários e fotos arquivados e transferi-los a outro celular se mudarem de aparelho, o perderem ou forem roubados.

Além disso, a Microsoft pretende ampliar sua participação na América Latina -onde já cresceu 160% no ano passado- a fim de enfrentar as duas concorrentes que estão na sua frente nesta parcela de mercado: Symbian, que opera quase todos os smartphones da Nokia e RIM, fabricante do BlackBerry.

Para isto, ela fará, durante a feira, acordos de colaboração com operadores de telefonia na América Latina, incluindo a Telefónica, para ampliar os serviços do Microsoft Live, como Hotmail e MSN Messenger em celulares na região.

Já o presidente-executivo da Nokia, Olli-Pekka Kallasvuo, anunciou a criação de uma parceira com a Adobe para dedicar US$10 milhões a acelerar a criação de conteúdos avançados para celulares.

Enquanto a Microsoft pensa em ampliar softwares populares em PCs para celulares, principal representante da LG, Skott Ahn, disse que aposta em lançar produtos "mais acessíveis" em 2009 para crescer nos mercados emergentes.

Na mesma linha, J.K. Shin, principal executivo da divisão de comunicações da Samsung, afirmou hoje que seu grupo espera superar a crise mundial graças ao crescimento na Índia, na África e na China.

Telefônica e Vodafone, porém, concentram-se hoje em expor novas tecnologias.

A primeira mostrou um roteador para conexão sem fio WIFI de até 5 dispositivos com tecnologia móvel e a segunda, uma conexão de dados por telefonia celular a 21,6 megabits por segundo, que só deve começar a vender somente em 2010, embora em seis meses já preveja o lançamento do serviço em 16,2 megabits. EFE eco/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.