Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fabricantes de automóveis devem se esforçar para reter clientes, diz estudo

Washington, 20 jan (EFE).- Os fabricantes de veículos e seus provedores não poderão sobreviver sem uma clara estratégia para reter seus clientes, advertiu um estudo divulgado hoje pela firma de pesquisa de mercado do setor do automóvel R.

EFE |

L. Polk.

"Cuidar de seus clientes e concessionários nunca foi mais importante para os fabricantes", diz a firma Polk, e acrescentou que este ano e 2010 serão "fundamentais".

O estudo revelou que os consumidores de modelos que deixam de ser fabricados abandonam a marca de seu veículo em 55% dos casos quando têm que comprar seu próximo automóvel.

Polk disse que este número é 8% mais alto do que a taxa natural de abandono e que em um momento de crise, a perda de "um só cliente é inclusive mais dolorosa, especialmente quando é possível que muitos consumidores não comprarão novos veículos ao mesmo ritmo de antes".

"Com a expectativa de menos vendas nos Estados Unidos, junto com taxas de lealdade dos proprietários de aproximadamente 45%, essas condições representam uma ameaça financeira extrema para qualquer fabricante de automóveis", acrescentou o estudo.

Stephen Polk, presidente da firma, disse em comunicado que estão "seguros que Detroit vai superar este momento".

"Praticamente todos os fabricantes serão menores à medida que abandonam veículos com poucas vendas e unidades de negócio que não são rentáveis, o que quase com toda segurança mudará o caráter do setor do automóvel", acrescentou Polk.

Além disso, recomendou às empresas estratégias que minimizem o impacto negativo do rápido desaparecimento de produtos e que estes programas devem ser tão importantes como o lançamento de novos. EFE crd/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG