Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fabricante de máquinas agrícolas demite 502 no RS

Porto Alegre, 23 - A John Deere demitiu 502 funcionários em sua fábrica de Horizontina, no noroeste do Rio Grande do Sul, alegando necessidade de adequar o ritmo de produção de colheitadeiras e plantadeiras à demanda. As encomendas foram prejudicadas pela estiagem na Argentina e Paraguai, além da crise financeira mundial, segundo informou a companhia.

Agência Estado |

A empresa comunicou ontem a demissão aos funcionários.

No final de outubro de 2008, a fabricante de máquinas agrícolas já havia cortado 200 funcionários com contratos temporários em Horizontina, citando o cancelamento de pedidos da Argentina e a crise financeira entre os motivos da medida. Em novembro, a companhia anunciou o resultado do ano fiscal de 2008 e projetou uma queda de demanda de 10% a 20% no ano fiscal 2009 na América do Sul.

No ano passado, a empresa havia contratado funcionários nas fábricas de Horizontina, Montenegro (RS), onde produz tratores; Catalão (GO), que faz colheitadeiras de cana-de-açúcar; nos escritórios regionais de Porto Alegre e Ribeirão Preto (SP), para o Banco John Deere; e no centro de distribuição de peças em Campinas (SP). Incluindo todas as unidades, o quadro de pessoal subiu de 3.440 no começo do ano para 3.764 ao final de 2008.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG