O gigante do petróleo mundial, o americano Exxon Mobil, anunciou nesta sexta-feira o maior lucro líquido de sua história, de 45,22 bilhões de dólares em 2008, apesar da queda de 33% em seu resultado do quarto trimestre, devido aos preços baixos da commodity.

No último trimestre do exercício a empresa registrou queda de 7,82 bilhões de seus ganhos.

Este resultado representa um lucro por ação de 8,69 dólares e de 8,47 dólares se não forem considerados os ganhos fiscais extras, segundo dados publicados nesta sexta-feira, pelo primeiro grupo americano em termos de capitalização.

O faturamento aumentou 18%, a 477,35 bilhões de dólares.

Estes resultados foram superiores às previsões dos analistas, que previam um ganho por ação de 8,41 dólares e faturamento de 456,89 bilhões de dólares.

Este resultado foi considerado recorde pelo próprio grupo, se for levado em conta um ganho extra de 2008: sem este ganho, os lucros teriam sido de 44,060 bilhões de dólares, uma alta de 8% em relação a 2007.

Esta evolução aconteceu apesar de uma queda de 33% no lucro líquido e de 27% no faturamento no quarto trimestre, num contexto de queda dos preços do petróleo e de custos de exploração mais elevados.

aa/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.