Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ex-presidente da Airbus é acusado na França

O ex-presidente da fabricante norte-americana de aeronaves Airbus, Gustav Humbert, foi acusado ontem por suposto uso de informação privilegiada na investigação das vendas em massa de ações do grupo EADS, controlador da fabricante. A venda de ações foi feita em 2005 e 2006 por diretores da companhia, antes que fossem anunciados os atrasos no projeto do avião A380, conhecido como superjumbo.

Agência Estado |

Segundo fontes ligadas ao caso, o alemão Humbert, que havia sido detido na última segunda-feira (dia 30), pagou fiança de 350 mil euros e ficou em liberdade judicial. Ele é acusado de vender 160 mil ações, com lucro de mais de 1,6 milhão de euros, segundo relatório da autoridade do mercado financeiro francês.

Trata-se do terceiro ex-diretor do grupo acusado de uso de informação privilegiada. Os outros dois são os franceses Noel Forgeard, ex-co-presidente do grupo, e Jean-Paul Gut, ex-diretor-geral delegado da EADS. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG