BRASÍLIA (Reuters) - O superávit comercial brasileiro despencou em outubro, mês em que as exportações recuaram frente ao mês anterior e as importações ficaram praticamente estáveis, mostraram números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior nesta segunda-feira. O superávit comercial foi de 1,207 bilhão de dólares no mês passado, o pior resultado em sete meses, registrado em meio a uma disparada do dólar.

Na comparação com setembro, quando o saldo havia sido positivo em 2,754 bilhões de dólares, a queda do superávit foi de 56 por cento, segundo a média por dia útil. Nesse período, as exportações caíram 7,5 por cento, para 18,512 bilhões de dólares, e as importações aumentaram em 0,2 por cento, a 17,305 bilhões de dólares.

A moeda norte-americana acumulou alta de 13,3 por cento no mês passado, período marcado por uma luta constante dos governos ao redor do mundo contra a baixa liquidez e a escassez de linhas de crédito.

No ano, o superávit comercial brasileiro soma 20,845 bilhões de dólares, frente a 34,373 bilhões de dólares acumulados no mesmo período de 2007.

Analistas consultados pelo Banco Central projetam um superávit comercial de 24 bilhões de dólares para a balança em 2008.

(Reportagem de Isabel Versiani)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.