As exportações e as importações da China sofreram queda mais profunda em dezembro, estendendo seu declínio para o segundo mês consecutivo, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo governo chinês. As exportações caíram 2,8% em relação a dezembro de 2007, para US$ 111,6 bilhões, enquanto as importações recuaram 21,3%, para US$ 72,18 bilhões, conforme os números da Administração Geral de Alfândega.

Em novembro, as importações haviam registrado queda de 17,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior, e as exportações tinham diminuído 2,2% na mesma comparação. O superávit comercial da China totalizou em dezembro US$ 38,98 bilhões, ficando abaixo do recorde de US$ 40,09 bilhões de novembro.

O mercado esperava queda de 3,8% nas exportações de dezembro, e de 19,1% nas importações, com superávit de US$ 34 bilhões, segundo a média das previsões de 12 economistas consultados pela Dow Jones.

No ano, as exportações da China aumentaram 17,2%, para US$ 1,43 trilhão, enquanto as importações cresceram 18,5%, para US$ 1,13 trilhão. A balança comercial do país fechou 2008 com superávit de US$ 295,46 bilhões, acima dos US$ 262,2 bilhões de 2007. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.