Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Exportações e importações até setembro são recorde

As exportações e as importações brasileiras acumuladas no período de janeiro a setembro deste ano atingiram valores recordes para o período, segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. As vendas externas totalizaram US$ 150,868 bilhões (média diária de US$ 798,2 milhões), uma alta de 28,7%, pela média diária, em relação registrado no mesmo período de 2007.

Agência Estado |

As importações alcançaram US$ 131,212 bilhões (media diária de US$ 694,2 milhões), o que representa uma alta de 52,4%, também pela média diária, em relação aos nove primeiros meses de 2007. O superávit comercial acumulado no ano caiu para US$ 19,656 bilhões contra US$ 30,944 bilhões verificados em igual período de 2007.

Manufaturados

As exportações de produtos manufaturados registraram recorde em setembro, totalizando US$ 9,290 bilhões. Segundo os dados pelo Ministério de Desenvolvimento e Comércio Exterior, os principais aumentos de embarque foram nas vendas de etanol, motores e geradores, autopeças, módulos para plataforma de petróleo, motores para veículos, tratores e automóveis de passageiros.

As exportações de manufaturados cresceram 4,9% em relação a setembro de 2007. As vendas externas de produtos básicos somaram em setembro US$ 7,435 bilhões, uma elevação de 44,5% na comparação com igual mês de 2007, e as vendas de semimanufaturados totalizaram US$ 2,746 bilhões, com alta de 31,6% sobre setembro de 2007.

Ainda segundo os dados do Ministério, as exportações totais em setembro (US$ 20,025 bilhões) são o segundo maior valor mensal da série da balança comercial, assim como a média diária registrada no mês passado, de US$ 910,2 milhões. O recorde de exportações mensais em valor foi registrado em julho de 2008, quando somaram US$ 20,451 bilhões, enquanto a maior média mensal foi atingida em maio de 2008, de US$ 965,2 milhões.

As importações em setembro totalizaram US$ 17,263 bilhões, com incremento principalmente dos produtos de bens de consumo, que subiram 48,2% em relação a setembro de 2007. As compras de matérias-primas intermediárias subiram 41,3% e de bens de capital, 35,8%. As importações de combustíveis e lubrificantes aumentaram 32,8% em relação a setembro do ano passado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG