Tamanho do texto

São Paulo, 16 - As exportações brasileiras de carne bovina recuaram 7,86% em volume em comparação a agosto do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). No mês passado foram embarcadas para o mercado internacional 125,6 mil de toneladas (194,3 mil toneladas de equivalente carcaça), 11 mil toneladas a menos do que em agosto de 2007, quando foram exportadas 136,3 mil toneladas de carne bovina (214,1 mil toneladas de equivalente carcaça).

Apesar da queda em volume, as exportações brasileiras tiveram um incremento de 39,3% em receita e somaram US$ 533,15 milhões no mês passado. Em agosto de 2007, a receita com as vendas externas dos frigoríficos somou US$ 382,63 milhões. Com o aumento da receita e a queda do volume, o preço médio da carne bovina brasileira foi de US$ 4.244 por tonelada, valor 51,2% superior aos US$ 2.806 por tonelada de agosto de 2007.

No acumulado dos oito primeiros meses do ano, as exportações brasileiras registram queda no volume. No período, as vendas externas somam 952,1 mil toneladas (1,48 milhão de toneladas de equivalente carcaça), volume 15,6% inferior ao período de janeiro a agosto do ano passado, quando foram exportadas 1,12 milhão de toneladas (1,77 milhão de toneladas de equivalente carcaça).

Em receita, as vendas externas de carne bovina acumulam US$ 3,55 bilhões exportados entre janeiro a agosto. Esse resultado supera em 20,97% o desempenho dos oito primeiros meses do ano passado, quando os embarques trouxeram uma receita cambial de US$ 2,93 bilhões para o Brasil. Dentro desse cenário, o preço médio da carne brasileira em 2008 até o mês passado é de US$ 3.729 por tonelada, 43,2% a mais do que os US$ 2.603 por tonelada registrado no mesmo período do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.