Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Exportações da Nicarágua crescem 29,73% em 2008

Manágua, 3 ago (EFE).- As exportações da Nicarágua cresceram 29,73% durante os primeiros sete meses de 2008 em relação ao mesmo período do ano passado, informou hoje o Centro de Trâmites das Exportações (Cetrex) do Governo do país.

EFE |

As vendas externas de janeiro a julho deste ano somaram US$ 970,5 milhões, enquanto nos primeiros sete meses de 2007 foram de US$ 748,1 milhões, detalhou o Cetrex em um relatório preliminar mensal.

Segundo a informação, o café continuou como o principal produto de exportação da Nicarágua, seguido pela carne bovina.

O café gerou divisas de aproximadamente US$ 200,1 milhões durante os primeiros sete meses deste ano, superior aos US$ 125,6 milhões do mesmo período do ano passado, em um aumento de 59%.

A carne bovina somou US$ 117 milhões em vendas para o exterior, superando os US$ 105 milhões exportados durante o mesmo período do ano passado, o que representa um crescimento de 6%.

A fonte explicou que atrás do café e da carne bovina como principais geradores de divisas estão, nessa ordem, os produtos lácteos, amendoim, ouro bruto, feijões, cana-de-açúcar, lagosta, gado bovino, bebidas, metais comuns e produtos metálicos.

O Cetrex destacou o aumento nos preços internacionais de alguns produtos como o feijão, amendoim, café, bebidas, lácteos, ouro e mariscos.

Ressaltou, igualmente, a maior produtividade das terras cultivadas devido ao aumento registrado na arrecadação com as exportações.

Outros setores também atribuem o crescimento à entrada em vigor, desde 1º de abril de 2006, do Tratado de Livre-Comércio (TLC) assinado entre América Central, República Dominicana e Estados Unidos, conhecido como Cafta.

No ano passado, as exportações totalizaram US$ 1,243 bilhão, quantidade considerada uma das maiores das três últimas décadas.

O Governo calculou que este ano as vendas de produtos ao exterior superarão o US$ 1,243 bilhão registrado em 2007. EFE lfp/bm/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG