Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Exportações crescem 20% na segunda semana do mês

As exportações brasileiras na segunda semana de dezembro registraram um aumento de 19,7%, pela média diária, na comparação com a primeira semana do mês. No período, as vendas externas somaram US$ 3,576 bilhões, com média diária de US$ 715,2 milhões.

Agência Estado |

O resultado refletiu, principalmente, os embarques de produtos básicos (+37,8%), como petróleo, minério de ferro, soja em grão, milho em grão, fumo em folhas e minério de cobre. As exportações de manufaturados também cresceram no período 20,5%, com destaque para aviões, óleos combustíveis, aparelhos celulares, açúcar refinado, bombas e compressores. Em contrapartida, as vendas de semimanufaturados tiveram queda de 24% na segunda semana do mês, com retração das vendas de açúcar em bruto, couros e peles, semimanufaturados de ferro e aço, ferro fundido e alumínio em bruto.

As importações, por outro lado, somaram US$ 2,629 bilhões, com média diária de US$ 525,8 milhões, uma queda de 23,2% na comparação com a média importada na primeira semana do mês. De acordo com os dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a queda nas importações foi resultado de uma retração nos gastos com combustíveis e lubrificantes, instrumentos de ótica e precisão, produtos plásticos, siderúrgicos, químicos orgânicos e inorgânicos, veículos automóveis e partes e aparelhos eletroeletrônicos.

Com o superávit de US$ 947 milhões na segunda semana de dezembro, a balança comercial acumula um saldo positivo no mês, até o dia 14, de US$ 512 milhões, com exportações de US$ 6,563 bilhões e importações de US$ 6,051 bilhões. Apesar do resultado da última semana, a média exportada no acumulado do mês ainda é 7,8% menor que o registrado em todo o mês de dezembro do ano passado, com redução dos embarques de produtos das três categorias: semimanufaturados (-24,8%); básicos (-6%); e manufaturados (-3,3%). Também na comparação com novembro, a média diária dos embarques no acumulado de dezembro está 11% abaixo, em função da retração nos embarques também das três categorias de produtos.

A média importada no mês, no entanto, está 14,3% superior ao desempenho médio diário de dezembro de 2007. De acordo com os dados do ministério, houve aumento nos desembarques de aeronaves e peças (+73,2%), produtos de borracha (+70,1%), siderúrgicos (+45,5%), farmacêuticos (+43,1%), produtos químicos orgânicos e inorgânicos (+31,3%), equipamentos mecânicos (+25,1%) e produtos plásticos (+21,6%). Na comparação com novembro, a média diária importada no acumulado de dezembro está 7,9% menor, com retração das compras de bens siderúrgicos, instrumentos de ótica e precisão, aparelhos e instrumentos eletroeletrônicos, produtos plásticos, veículos automóveis e partes e adubos e fertilizantes.

No ano, a balança acumula superávit de US$ 22,945 bilhões, resultado de exportações de US$ 190,688 bilhões menos importações de US$ 167,743 bilhões. Pela média diária, o saldo do ano é 38,8% menor que o registrado no mesmo período do ano passado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG