A queda nas exportações brasileiras na primeira semana de dezembro ocorreu nas três categorias de produtos, segundo dados divulgados esta tarde pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A média diária da primeira semana deste mês registrou um recuo de 16% nas vendas externas em relação à média diária de igual período do ano passado em razão da diminuição de 20,9% nas vendas de produtos básicos ao exterior; de 14,5% de produtos semimanufaturados e de 12,3% nos embarques de manufaturados.

Entre os produtos básicos, a retração ocorreu principalmente em petróleo em bruto; carnes de frango, bovina e suína; minério de ferro; farelo de soja; soja em grão; milho em grão e minério de cobre. No grupo de semimanufaturados, a queda ocorreu em razão de celulose, alumínio em bruto, couros e peles, ferro-ligas e ferro fundido. E entre os manufaturados, o recuo aconteceu por conta de máquinas para terraplenagem, aparelhos transmissores e receptores, autopeças, motores para veículos, automóveis, laminados planos e bombas e compressores.

Já as importações tiveram um reforço na primeira semana de dezembro, com o embarque de aeronaves e peças. Segundo os dados do ministério, a média diária da semana passada, de US$ 684,4 milhões, ficou 29,2% acima da média de igual período de 2007. Também aumentaram as compras internacionais de borracha e obras (93%), siderúrgicos (59,5%), químicos orgânicos e inorgânicos (41,3%), farmacêuticos (36,9%), combustíveis e lubrificantes (33%), plásticos e obras (29%) e automóveis e partes (29%).

Na primeira semana de dezembro (dia 1 a 5), a balança comercial brasileira apresentou exportações de US$ 2,987 bilhões e importações de US$ 3,422 bilhões, resultando em um déficit de US$ 435 milhões. No ano, as exportações somam US$ 187,112 bilhões, as importações, U$S 165,114 bilhões, com saldo positivo de US$ 21,998 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.