Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Exportações agropecuárias batem recorde em junho

Rio de Janeiro, 8 jul (EFE).- As exportações agropecuárias do Brasil subiram 30,3% em junho em comparação com o mesmo mês de 2007, para US$ 6,5 bilhões, graças à alta mundial dos preços dos alimentos e à maior quantidade exportada, informou hoje o Governo.

EFE |

"O valor das vendas externas é recorde para os meses de junho", disse o Ministério da Agricultura em comunicado.

Soja em grão, farelo de soja e óleo de soja, assim como carnes, açúcar e álcool foram os setores que mais contribuíram para o forte aumento, destacou o Ministério da Agricultura.

A soja e seus derivados contribuíram com US$ 2,2 bilhões do total de exportações, expansão de 77,5% frente a junho do ano passado.

O resultado foi favorecido pelo avanço de 59,7% no preço do grão da soja e de 15,3% da quantidade exportada.

O valor das exportações de carnes cresceu 45,9%, para US$ 1,3 bilhão, graças ao aumento de 30% no preço e de 12% na quantidade exportada.

Quanto à carne bovina, houve redução de 22% na quantidade exportada, o que foi compensado amplamente pelo aumento de 57,3% nos preços.

A exportação de carnes de frango in natura aumentou 51,5%, graças à alta de 27% nos preços e de 19,3% na quantidade exportada.

As importações do agronegócio cresceram 55,4% em junho, também em relação ao mesmo mês de 2007, para US$ 950 milhões.

Os principais produtos importados pelo Brasil foram borracha natural (45%), óleo de palma (341%) e farinha de trigo (132%).

A balança comercial do setor registrou superávit mensal de US$ 5,6 bilhões.

No acumulado do primeiro semestre, as exportações do agronegócio alcançaram US$ 33,7 bilhões, 26,3% a mais do que no mesmo período do ano passado.

As importações cresceram 42,7% nos períodos comparados, para US$ 5,6 bilhões.

Os cinco principais setores responsáveis pela expansão das exportações no primeiro semestre deste ano foram soja e derivados (67,5%); carnes (33,4%); cereais, farinhas e preparações (77,7%) e café (15,4%).

Os principais destinos das exportações brasileiras em ordem de importância são os países latino-americanos, Ásia, Mercosul, Leste Europeu e União Européia (UE).

Também houve forte aumento de 81,9% nas exportações para a China, o que coloca o país asiático como o principal destino dos produtos brasileiros, ao absorver 11,7% do total comercializado no primeiro semestre.

As vendas para a Venezuela também registraram forte expansão, de 152,4%.

Entre julho de 2007 e junho deste ano, o valor das exportações alcançou a marca histórica de US$ 65,4 bilhões. EFE ol/wr/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG