Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Exportação agrícola deve crescer 26% este ano

A crescente demanda mundial por alimentos vai elevar em 26,71% o faturamento das exportações agrícolas este ano. As vendas que devem render US$ 74 bilhões, contra US$ 58,4 bilhões no ano passado.

Agência Estado |

A previsão foi divulgada ontem secretário de Relações Internacionais do Agronegócio, Célio Porto, do Ministério da Agricultura.

Para ele, o recente recuo dos preços de produtos agrícolas no mercado internacional não vai afetar a estimativa, pois as quedas já foram consideradas nos cálculos. Além do preço, a projeção foi feita com base nas exportações dos sete primeiros meses do ano, quando os embarques renderam US$ 41,713 bilhões - alta de 30,2% em relação a igual período de 2007.

Porto estimou que o Brasil gastará US$ 12 bilhões com as importações de produtos agrícolas em 2008, gastos que somaram US$ 6,759 bilhões no acumulado do ano até julho. Para o ano, o saldo comercial é estimado em US$ 62 bilhões, contra US$ 49,8 bilhões em 2007.

O secretário não acredita em uma queda acentuada no preço dos alimentos, mesmo com incremento da produção. Ele explicou que, no passado, o aumento dos preços resultava em aumento da produção, o que, conseqüentemente reduzia os preços. Desta vez, argumenta, o aumento dos custos de produção, resultado da elevação dos preços do petróleo e dos fertilizantes, vai impedir a queda de preços.

O estudo feito pelo ministério mostra que o crescimento das exportações do agronegócio está concentrado em quatro produtos. De 2000 a 2006, os setores que mais cresceram foram: carne (crescimento de 23,2%), sucroalcooleiro (22,7%), complexo soja (17,7%) e produtos florestais (12%).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG