Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Explosão em plataforma da Petrobrás deixa 1 morto

Uma explosão na plataforma P-34 - responsável por tirar o primeiro óleo do pré-sal brasileiro - deixou um morto e dois feridos no Espírito Santo, anteontem à noite. A unidade estava operando no campo de Jubarte, no litoral sul capixaba, produzindo pouco menos do que sua capacidade total de 60 mil barris por dia.

Agência Estado |

De acordo com a empresa, o acidente aconteceu às 23h15 de domingo.

Segundo informações da Petrobrás, houve falha de uma válvula de bloqueio na plataforma. O acidente causou a morte do caldeireiro William Robson Vasconcelos, de 28 anos, contratado da UTC Engenharia, que presta serviço à Petrobrás. Outros dois empregados da UTC, Mário Alves de Souza e Marivaldo Pedro Alves de Souza, sofreram escoriações leves.

O diretor da Federação Unica dos Petroleiros (FUP), Simão Zanardi, afirmou que o acidente na P-34 da Petrobrás "já estava mais do que anunciado". Segundo ele, a plataforma está em constante manutenção, desde que entrou em operação, há cerca de um ano. De acordo com Zanardi, os sindicalistas do Espírito Santo já haviam encaminhado à estatal ofício pedindo a parada da plataforma para que passasse por manutenção atracada a um estaleiro.

"Mas há na empresa pressão muito forte para que sejam cumpridas metas de produção e para colocar em operação os campos do pré-sal." A Petrobrás negou existência de pressão pelo cumprimento de metas, lembrando que a plataforma P-34 está em fase de teste. A estatal também afirmou que seus "padrões de segurança estão entre os mais rígidos do mundo" e informou que constituiu comissão técnica para investigar o acidente. Em 2002, a plataforma sofreu uma inclinação provocada por falhas técnicas.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG