Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Expectativa do consumidor sobe 1,8% em julho, diz CNI

Perspectiva sobre a renda pessoal aumentou 2,9% no mês e a avaliação sobre o emprego cresceu 4,4% no período

AE |

selo

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) alcançou 116,8 pontos em julho, de acordo com dados divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em relação a junho, o indicador - que avalia o sentimento do consumidor em relação aos fatores que influenciam sua disposição para ir às compras - aumentou 1,8%. Segundo a entidade, a pontuação alcançada em julho foi a segunda maior da série histórica do Inec, atrás apenas da obtida em dezembro do ano passado, quando chegou a 117,2 pontos.

O crescimento em julho na comparação com o mês anterior foi causado pela expansão de quase todas as variáveis que compõem o indicador, à exceção da propensão a compras de bens de maior valor, que recuou 0,5% no período.

De acordo com a CNI, a avaliação dos consumidores sobre a inflação subiu 1,3%, enquanto a expectativa em relação à situação financeira avançou 0,8%. A perspectiva sobre a renda pessoal aumentou 2,9% no mês e a avaliação sobre o emprego cresceu 4,4%. "Todos os índices encontram-se acima de suas respectivas médias históricas, ou seja, os consumidores encontram-se especialmente otimistas com relação à inflação e à própria renda e percebem melhora em sua situação financeira", afirma o documento divulgado pela CNI.

Além disso, o Inec aponta que os consumidores ficaram menos endividados no período, uma vez que a variável que mede o endividamento melhorou pelo terceiro mês seguido, com evolução de 3,1% no mês. A pesquisa foi realizada com 2 mil pessoas entre os dias 23 e 27 de julho, em parceria com o Ibope Inteligência.

Leia tudo sobre: Consumoexpectativa do consumidor

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG