Tamanho do texto

O presidente do Conselho e executivo-chefe do Merrill Lynch, John Thain, criticado por sugerir que o comitê de compensação da empresa pagasse a ele um bônus de US$ 10 milhões referente a 2008, vai embora para casa sem receber nada este ano, segundo pessoas próximas. Outros quatro altos executivos do Merrill Lynch - incluindo o presidente, Gregory Fleming - também abriram mão do bônus referente a este ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.