A grife esportiva Everlast, focada em artigos para a prática de boxe, escolheu o Brasil para entrar num novo nicho de mercado, o de tênis para caminhada e corrida. A empresa, que no ano passado vendeu 25 mil pares exclusivamente nas regiões Sul e Sudeste, quer comercializar 180 mil pares em três mil pontos de venda espalhados pelo País neste ano.

"Nos próximos cinco anos, a meta é dobrar a produção", diz Paulo Luna, gerente de vendas da Mega Group, licenciado da marca no País. A escolha do Brasil para o lançamento dos novos produtos do grupo, que teve receitas globais de US$ 419 milhões, não é gratuita.

"É mais fácil concorrer com a Adidas e com a Nike aqui do que nos Estados Unidos, onde a concorrência das marcas famosas é mais feroz", afirma Onófrio Laselva, dono da rede de livrarias Laselva e detentor da marca no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.