SÃO PAULO - A incorporadora imobiliária Even anunciou nesta sexta-feira que fará um aumento de capital de R$ 150 milhões numa operação privada. O capital social da companhia deve ser elevado de R$ 607 milhões para R$ 757 milhões.

A decisão terá que ser aprovada em Assembléia Geral Extraordinária (AGE), marcada para o dia 7 de outubro.

Segundo comunicado da companhia, os acionistas Kary Empreendimentos e Participações S.A., Carlos Eduardo Terepins, Luis Terepins, Abrão Muszkat e David Cytrynowicz, que fazem parte do bloco de controle da companhia, fizeram acordo para abrir mão do direito de subscrição em favor de três grupos de investidores institucionais.

Esses investidores se comprometeram a subscrever no mínimo 38,62% do aumento de capital e no máximo de 50%, dependendo do interesse dos demais acionistas na operação.

Ao mesmo tempo, o Genoa Fundo de Investimento em Participações, que também integra o bloco de controle da Even, se comprometeu a subscrever não apenas a sua parcela no aumento de capital, de 37,41%, mas também eventuais sobras até o limite de 50%.

Na mesma AGE será votada ainda a exclusão da cláusula (poison pill) do Estatuto Social que obriga uma oferta por todas as ações da empresa quando um investidor atinge a participação de 20% no total do capital social.

A empresa aproveitou também para rebaixar sua previsão de lançamentos para este ano de R$ 2,2 bilhões para R$ 1,8 bilhão.

"(Valor Online)"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.