Tamanho do texto

O setor automotivo da União Europeia recebeu mais ajuda financeira nesta quinta-feira. O governo da França concordou em fornecer à Renault Trucks um empréstimo emergencial de 250 milhões de euros (US$ 323,1 milhões) e o Banco Europeu de Investimentos (EIB, na sigla em inglês) afirmou que vai emprestar 3 bilhões de euros para a indústria automotiva do bloco.

O empréstimo para a Renault Trucks, subsidiária da sueca Volvo, será concedido sob condição de que a companhia não corte empregos ou feche fábricas na França neste ano. A companhia vai tomar o empréstimo em março ou abril, segundo o diretor-administrativo, Stefano Chmilewski. O executivo alertou, no entanto, que alguns trabalhadores serão dispensados temporariamente por causa da pequena encomenda à indústria.

O EIB, braço de financiamento de longo prazo da União Europeia, informou que, além da aprovação de novos empréstimos no valor de 3 bilhões de euros, planeja apresentar uma proposta de outra ajuda ao problemático setor automotivo do bloco, de 2,8 bilhões de euros, para seu conselho de diretores avaliar em abril e maio.

BMW, Daimler, Fiat, Peugeot Citroën, Renault e Volvo, que é uma unidade da Ford Motor, estão entre as companhias que receberiam os empréstimos, segundo o EIB. A maior parte dos empréstimos irá para projetos que pretendem aumentar a eficiência no consumo de combustível e cortar as emissões de dióxido de carbono pelos veículos. As informação são da Dow Jones.

Leia mais sobre montadoras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.