Tamanho do texto

A Europa corta quase 10 mil empregos todos os dias e a crise financeira pode chegar a uma crise social no velho continente, segundo reportagem do site do jornal O Estado de S. Paulo.

No Reino Unido, o nível de desemprego da população é o maior em 16 anos. Somente neste ano, 1,8 milhão de pessoas perderam seu trabalho, e o pior ainda não passou, segundo o ministro do Trabalho inglês Tony McNulty, que afirmou: "Não estamos ainda no fundo do poço".

Somente entre agosto e outubro, no Reino Unido, foram 1,5 mil novos desempregados por dia.

Na França, estimativas do governo apontam que, todos os dias, 1,2 mil pessoas são demitidas. Já na Espanha, somente em outubro foram 192 mil novos desempregados.

A Organização Internacional do Trabalho estimou, há duas semanas, que a crise atingirá 20 milhões de pessoas até o final de 2009.

Leia também

Para saber mais

Serviço 

Opinião


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.