Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Europa sobe com montadoras, após ajuda à GMAC

As principais bolsas européias operam em alta hoje, dia de baixo volume de negócios. As montadoras estão entre os maiores ganhos, após o anúncio de que a GMAC, braço financeiro da General Motors (GM), recebeu uma ajuda de US$ 6 bilhões do governo dos Estados Unidos.

Agência Estado |

Por outro lado, as financeiras HBOS e Lloyds registram queda, em conseqüência de relatos de um possível obstáculo à fusão dos dois bancos.

Às 9h41 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,81%, a Bolsa de Paris ganhava 0,79% e a de Frankfurt tinha alta de 1,64%.

Entre as montadoras, as alemãs Porsche e Daimler subiam 3,84% e 2,18%, respectivamente, na Bolsa de Frankfurt, enquanto a francesa Peugeot ganhava 2,37% na Bolsa de Paris. "As montadoras norte-americanas simplesmente não terão permissão para falir e essa decisão (o socorro à GMAC) era considerada necessária, já que a incapacidade de fornecer crédito significa incapacidade de vender carros", afirmou John Hardy, estrategista do Saxo Bank.

As ações de empresas do setor petrolífero também estão entre as maiores altas, com a British Petroleum subindo 1,85% e a Royal Dutch Shell avançando 1,41%, apesar de hoje o petróleo operar em baixa de mais de 1%, em um movimento de realização de lucros depois do forte ganho de ontem, quando a matéria-prima (commodity) subiu cerca de 6% tanto em Londres quanto em Nova York. As ações da transportadora de gás russa Gazprom tinham queda de 1,57% em Berlim, apesar de a companhia ter divulgado aumento de 83% no lucro líquido do primeiro semestre deste ano, para US$ 19,6 bilhões.

As ações de mineradoras e siderúrgicas sobem. ArcelorMittal sobe 3,0%, BHP Billiton avança 2,4% e Rio Tinto ganha 1,2%.

No setor financeiro, as ações do HBOS caíam 2,69% e o Loyds perdia 2,81%, depois que o jornal britânico Financial Times (FT) afirmou que os administradores do fundo de pensão do HBOS estão estudando uma ação legal contra a planejada fusão das duas instituições. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG