Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA vão manter coordenação econômica com aliados

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, vai conversar com a chanceler alemã, Angela Merkel, ainda hoje, segundo a Casa Branca.

Agência Estado |

Esse é outro sinal da crescente cooperação global para enfrentar a crise financeira. "O presidente espera conversar com a chanceler Merkel em breve", informou a porta-voz Dana Perino. "Continuaremos a conversar e a manter a coordenação com nossos aliados."

Hoje cedo, o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), o Banco Central Europeu e outros bancos centrais do mundo cortaram de forma coordenada suas taxas de juros em 0,50 ponto porcentual. No Reino Unido, o governo anunciou que vai injetar recursos em vários bancos, num esforço para recapitalizar o setor.

Perino afirmou que o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, "tomou a decisão que ele acredita ser a melhor para o Reino Unido", acrescentando que cada nação deve ter uma resposta individual para a crise com base em sua própria situação.

A crise econômico-financeira estará em foco na reunião dos ministros de Finanças do G-7 durante o fim de semana, em Washington. Perino afirmou que o governo norte-americano terá representantes no evento, mas não necessariamente o presidente. Ela repetiu que Bush está aberto à proposta do presidente francês, Nicolas Sarkozy, que pediu uma reunião de emergência entre os líderes do G-7.

Bush conversou ontem sobre a crise com Brown, Sarkozy e o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, que estará em Washington na segunda-feira para conversar com o presidente dos EUA. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG