Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA têm crescimento baixo com perda de emprego, diz Casa Branca

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca afirmou nesta quinta-feira que o fechamento de postos de trabalho pelo sexto mês consecutivo é mais um sinal de desaceleração da economia dos Estados Unidos. O relatório de emprego hoje veio de acordo com as previsões na maior parte, disse a porta-voz da Casa Branca Dana Perino.

Reuters |

'Sem dúvida estamos em um período de crescimento lento. É crescimento, mas muito lento, e isso tem um impacto sobre o emprego', acrescentou a repórteres.

Nesta quinta-feira, o departamento de Trabalho informou que 62 mil postos de trabalho foram fechados no mês passado, trazendo para 438 mil o número de vagas fechadas neste ano em meio ao impacto da crise imobiliária sobre o crescimento econômico. A taxa de desemprego, que subiu com força em maio, permaneceu em 5,5 por cento.

'Isso é causado por uma variedade de fatores, como a alta dos preços de energia e a consequência do superaquecimento do mercado imobiliário, que causou problemas de oferta e demanda e teve como resultado uma turbulência no mercado financeiro.'

O Congresso já aprovou neste ano, com sanção do presidente George W. Bush, um plano de 152 bilhões de dólares em estímulo econômico por meio de restituição de impostos para encorajar os consumidores a gastarem mais. Perino disse que mais de 86 bilhões de dólares já foram distribuídos.

'As notícias são que a maior parte dos cheques de restituição estão sendo devolvidos à economia, o que é exatamente o que queríamos em termos de vendas no varejo'.

Ela pediu ao Congresso a aprovação da reforma na legislação imobiliária, dizendo que essa é uma das opções para impulsionar rapidamente a economia.

(Reportagem de Jeremy Pelofsky)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG