Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

EUA salva bancos mais uma vez e estimula compras na Bovespa

SÃO PAULO - A nova rodada de ajuda aos bancos norte-americanos dá respaldo às compras na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) que tenta retomar o patamar dos 40 mil pontos. Por volta das 13 horas, o Ibovespa subia 1,02%, para 39.

Valor Online |

549 pontos, com giro financeiro em R$ 1,21 bilhão.

Com pouco mais de US$ 400 bilhões o governo norte-americano deu novo ânimo aos investidores, reduzindo parte das preocupações com o setor financeiro. O dinheiro vem na forma de garantia aos ativos do Bank of America (US$ 118 bilhões) e Citigroup (US$ 301 bilhões) que estavam sob crise de confiança e envoltos em rumores de nacionalização.

A ajuda vem no mesmo dia em que Citi e BofA anunciaram prejuízos bilionários. O BofA fechou o quarto trimestre do ano com perda de US$ 1,8 bilhão, enquanto o Citi amargou prejuízo de US$ 8,3 bilhões. Resultados piores do que o estimado.

Para o diretor-gestor da Codepe Corretora, Fernando Aguiar, esse auxílio aos bancos é algo assustador que só evidencia que o problema é muito grande e nem os próprios bancos sabem o tamanho dele.

" Apesar de toda a ajuda, na verdade, esses bancos quebraram, e estão em processo de desmonte " , avalia o especialista, afirmando que a confiança no setor vai demorar a ser restaurada.

Segundo Aguiar, até a posse do presidente-eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, na terça-feira, dia 20, o mercado vive um dia de cada vez. " Tem uma expectativa muito grande com o discurso de posse, que deve nortear as expectativas com a economia " resume.

Dentro do Ibovespa, a alta era liderada pelo papel PN da Petrobras, que subia 1,12%, para R$ 24,37. Vale PNA ganhava 1,32%, a R$ 26,75. Entre as siderúrgicas, Usiminas PNA apontava alta de 2,13%, para R$ 29,67, e CSN ON aumentava 1,29%, para R$ 35,10.

Os bancos também ganham valor. Bradesco ON subia 1,61%, a R$ 22,00, Banco do Brasil ON valorizava 0,33%, para R$ 15,05, e Itaú PN saía a R$ 24,85, alta de 0,20%.

Na ponta vendedora, Sadia PN recuava 2,73%, para R$ 3,55. Aracruz PNB desvalorizava 1,87%, para R$ 2,70, e Telemar ON caía 1,87%, para R$ 31,40.

Em Wall Street, o dia também é de recuperação, com Dow Jones e Nasdaq subindo 0,89% e 1,03%, respectivamente. Na agenda do dia, mais um sinal de perda de dinamismo econômico veio com a contração de 2% na produção industrial em dezembro, resultado pior do que o esperado. Os investidores também receberam o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês), que registrou deflação de 0,7% em dezembro. O núcleo do indicador, que exclui alimentos e energia, ficou estável. Em 2008, o CPI subiu 0,1%, menor leitura em 54 anos.

A melhora no apetite por risco e no humor externo também faz preço no mercado cambial, estimulando uma realização de lucros com o dólar que subiu por quatro dias consecutivos ante o real. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,317 na venda, queda de 2,64%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG